Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda

Desengaiola
14.11 | segunda-feira

sobre o evento

No dia 14 de novembro, Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda celebram o álbum “Desengaiola” no palco da Casa Natura Musical.

Os versos iniciais de “Alameda Palmares”, canção inédita que abre “Desengaiola“, são absolutamente autorreferentes. Foi nessa mesma alameda, no distrito de Palmares, em Paty do Alferes, Região Serrana do Rio, que, alguns meses antes, Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda sonharam gravar seu registro de estreia. Pouco tempo depois lá estavam eles, captando em áudio e vídeo o aguardado trabalho coletivo, lançado em áudio nos aplicativos de streaming e em formato audiovisual no YouTube.

Com um repertório cada vez mais coletivo. Das 18 canções do disco, 16 são da lavra do quarteto – e 12 delas têm pelo menos dois dos quatro assinando a composição: “Alameda Palmares” e “Luz do Meu Terreiro” são assinadas pelos quatro; “Nada Não”, “Encanto” e “Nem Misturado Nem Junto” são de João e Moyseis; “Diplomata” e “Pra Quem Quiser Escutar”, de Alfredo e João; “Boas Intenções” e “Rosa Canção”, de Alfredo e Moyseis; Pedro Miranda assina “Desengaiola” (com Alfredo), “Meu Pecado É Sorrir” (com Moyseis) e “Pó Pará” (com João e Edu Neves), além de “Vontade de Sair”, com Cristóvão Bastos. Completam o repertório próprio “Gatilho”, de Moyseis com Teresa Cristina, “Fuzuê”, de Alfredo com Chico César, e “Poeta É Outro Lance”, de Moyseis. A escolha das duas canções “de fora” é plenamente justificável: “Puro Ouro”, de Joyce Moreno, foi feita, segundo ela própria, em referência e homenagem à geração dos quatro artistas; e “Alagados”, hit dos Paralamas do Sucesso, já faz parte do repertório do quarteto desde o primeiro show juntos, e ganhou novo arranjo que sublinha a força da letra. “Alagados” deu nome ao EP, lançado em novembro de 2021, que abriu caminho para o álbum.

O clima de irmandade cerca o trabalho audiovisual, que tem produção musical de João Cavalcanti e Pedro Luís e direção de Eduardo Hunter Moura (Hunter Filmes). Foi uma semana de imersão em Palmares, numa convivência que costurou o enorme volume de trabalho com muita diversão, em um ambiente familiar e afetuoso.

Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda

Desengaiola

SERVIÇO

Data: 14.11 – segunda

Horário: 

Show – 21h30

Abertura da Casa: 20h

Classificação: 16 anos

Casa Natura Musical Rua Artur de Azevedo 2134 – Pinheiros, São Paulo

INGRESSOS – Valores

Pista em pé – Lote 1: R$ 60,00/R$ 30,00 (meia-entrada)

Pista em pé – Lote 2: R$ 80,00/R$ 40,00 (meia-entrada)

Pista em pé – Lote 3: R$ 90,00/R$ 45,00 (meia-entrada)

Pista em pé – Lote 4: R$ 100,00/R$ 50,00 (meia-entrada)

Bistrô Superior: R$ 120,00/R$ 60,00 (meia-entrada)

Camarote:  R$ 150,00/R$ 75,00 (meia-entrada)

ATENÇÃO: SUJEITO À VIRADA DE LOTE SEM AVISO PRÉVIO

Confira aqui as regras da meia entrada: bileto.sympla.com.br/meia-entrada

BILHETERIA OFICIAL – SEM COBRANÇA DE TAXA DE CONVENIÊNCIA

Dias de show:

Quarta 15h até início do show

Quinta, sexta e sábado 17h até início do show

Domingo 17h até início do show

Dias sem show:

Quarta a sexta 12h até 17h

Sábado e domingo fechado

FORMAS DE PAGAMENTO

Na bilheteria da Casa:

  • Dinheiro
  • Cartões débito e crédito à vista – não aceitamos parcelamento.  (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Por enquanto não aceitamos Vale Cultura.

Pelo site da Sympla:

  • Boleto
  • Cartão de crédito (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Apple Pay
  • Pix
  • Para mais informações acesse o site da Sympla.

Estacionamento Conveniado: 

Car Park – Rua Cunha Gago, 83 – Pinheiros (entrada pela Artur de Azevedo, ao lado da Casa); Valor: R$ 40,00.

Nos encontramos na música!

aconteceu no evento

resumo

galeria de fotos

próximos eventos

06.06
08.06
Acústico Voz & Violão
09.06
VÊNUS≠netuno Tour
13.06
Assine a nossa newsletter