João Donato e Jards Macalé

+ DJ Nuts
18.05 | quinta-feira

sobre o evento

João Donato e Jards Macalé se encontram no palco da Casa Natura Musical para o show “Síntese do Lance”, disco marcante na carreira do duo. O set da noite fica por conta de DJ Nuts.

Um nasceu no Acre, em 1934. O outro, no Rio de Janeiro, em 1943.  Um foi expoente da bossa nova com o plus das fusões jazzísticas.  O outro, um farol sempre na vanguarda, com talentos múltiplos e  muitas histórias para contar. De 1960 para cá, os dois cruzaram  acordes com quase todos os grandes nomes da nossa música  popular e lançaram discos essenciais. Curiosamente, as trajetórias fluíram em paralelo. Até “Síntese do Lance” (2021), álbum  com amostras da  amizade recente de João Donato e Jards Macalé. É como se esses dez temas, entre cantados e instrumentais, fossem  o suprassumo de tudo o que escutaram e tocaram por aí no arco  do tempo. SÍNTESE DO LANCE vibra para cima. “É um caleidoscópio  sonoro que alivia as tensões. A cada audição, aparecem outros  detalhes. Estou feliz”, afirma Macalé. Feliz é um bom adjetivo para  a bolacha, a terceira lançada pela Rocinante este ano, o terceiro de atividade da nova gravadora que está calibrando as engrenagens para inaugurar fábrica própria de LPs.

Esse convite foi uma dádiva. “Desde muito jovem, quando comecei a gostar de música, sou fã incondicional de João Donato. Era um dos quatro músicos que mais ouvia, ao lado de  Johnny Alf, João Gilberto e Tom Jobim. Fui muito amigo desses três e Donato era quem faltava na minha coleção de amizades”, pontua Macalé. “Estar perto do Macalé é uma coisa maravilhosa! Fica sempre esse clima de alegria. O nosso encontro é pura aventurança”, exalta Donato.

Sobre DJ Nuts

Natural de São Paulo, Rodrigo Velloso Teixeira ou DJ Nuts começou junto com a explosão da cultura Hip Hop no final dos anos oitenta. Ainda criança aprendeu a mixar no toca disco de seu Pai e na escola gravava fitas cassete para os amigos, e assim como muitos frequentou as galerias e o centro da cidade na procura de discos e informação. Montou sua pequena equipe de som e iluminação em 1991 e aprimorou quando teve Marcelo 2 Dabone como mestre. Nessa mesma época foi DJ para a rapper feminina Rose MC.

Em 1995 estreou na noite em sua primeira residência ao lado de DJ Hum no clube Soweto. Foi para o Rio de Janeiro em 1996 em tour com a banda O Rappa, e na mesma época teve as primeiras sessões de estúdio com os produtores Liminha, Mario Caldato, Bid, Miranda e Tom Capone em trabalhos para uma extensa lista de artistas como Planet Hemp, Chico Science e Nação Zumbi, Raimundos, Fernanda Abreu, Herbert Viana, Seu Jorge, Otto entre outros. E principalmente Marcelo D2, no qual produziu e compôs o seu primeiro álbum “Eu tiro é onda” em 1998 para Sony Music, criando para o artista a famosa fórmula de “Rap com Samba” ao lado de João Donato, Dom Um Romão e José Bertrami do Azymuth e começando um diálogo de gerações até então nunca feito.

Em 2000 ganhou o título de campeão do “Hip Hop DJ” fazendo a melhor apresentação do ano. Em 2002 foi consultor para o Red Bull Music Academy e foi convidado a participar do documentário “Brasilintime” unindo DJs como Babu, J-rocc, Cut Chemist, MadLib e seu amigo DJ Primo e firmando parceria com João Parahyba do Trio Mocotó. Conhecido como colecionador de LP’s e Compactos, é ser visto como autoridade em música brasileira rara, convidado por mais de uma vez no programa de rádio de Gilles Peterson na BBC Londres, e também em outras estações como Power 106, KPFK, National Public Radio, Radio1xtra, Base FM e B FM. Foi produtor associado no projeto “Timelles”, trazendo o maestro e arranjador Arthur Verocai finalmente para fazer seu concerto em Los Angeles, resultando no filme. Atualmente prepara o lançamento de um disco com Hélcio Milito, formador do lendário Tamba Trio.

SERVIÇO

João Donato e Jards Macalé | Síntese do Lance

Discotecagem: DJ Nuts

Data: 18.05 – quinta

Horário: 

Show – 21h30

Abertura da Casa: 20h

Classificação: 16 anos

Casa Natura Musical Rua Artur de Azevedo 2134 – Pinheiros, São Paulo

INGRESSOS – Valores

Pista em pé – Lote 1: R$ 80,00/R$ 40,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 2: R$ 100,00/R$ 50,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 3: R$ 120,00/R$ 60,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 4: R$ 140,00/R$ 70,00 (meia-entrada)
Bistrô Superior: 
R$ 160,00/R$ 80,00 (meia-entrada)
Camarote: R$ 180,00/R$ 90,00 (meia-entrada)

ATENÇÃO: SUJEITO À VIRADA DE LOTE SEM AVISO PRÉVIO

Confira aqui as regras da meia entrada: bileto.sympla.com.br/meia-entrada

BILHETERIA OFICIAL – SEM COBRANÇA DE TAXA DE CONVENIÊNCIA

Dias de show:

Quarta 17h até início do show
Quinta, sexta e sábado 17h até início do show
Domingo 15h até início do show

Dias sem show:
Quarta a sexta 12h até 17h
Sábado e domingo fechado

FORMAS DE PAGAMENTO

Na bilheteria da Casa:

  • Dinheiro
  • Cartões débito e crédito à vista – não aceitamos parcelamento.  (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Por enquanto não aceitamos Vale Cultura.

Pelo site da Sympla:

  • Boleto
  • Cartão de crédito (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Apple Pay
  • Pix
  • Para mais informações acesse o site da Sympla.

Estacionamento Conveniado: 

Car Park – Rua Cunha Gago, 83 – Pinheiros (entrada pela Artur de Azevedo, ao lado da Casa).

Nos encontramos na música!

aconteceu no evento

resumo

galeria de fotos

próximos eventos

21.04
26.04
27.04
28.04
Assine a nossa newsletter