Maria Beraldo, Negro Leo, Guilherme Held e Marcelo Cabral 

Trabalho Sujo | Discotecagem: Pérola Mathias
03.07 | domingo

sobre o evento

Trabalho Sujo apresenta Estado de Suspensão com Maria Beraldo, Negro Leo, Guilherme Held e Marcelo Cabral na Casa Natura Musical

Quase sempre a música nos leva para outras dimensões, mas em alguns casos ela apenas nos suspende a realidade para que consigamos ver o mundo a partir de novos pontos de vista.

Em Estado de Suspensão, minha primeira parceria com a Casa Natura Musical, proponho o encontro de quatro artistas que expandem nossas consciências a partir de desdobramentos musicais em quatro apresentações distintas, que também se conectam entre si. São quatro artistas que buscam diferentes searas estéticas, mas que contam com pontos em comum – incluindo integrantes de suas formações. Cada um deles nos abre uma janela sensorial diferente a partir de suas assinaturas musicais e estão em momentos de transição, tateando novos repertórios a partir deste momento que estamos atravessando atualmente. O baixista, produtor e arranjador Marcelo Cabral, o guitarrista e produtor Guilherme Held, a produtora, musicisita, cantora e compositora Maria Beraldo e o cantor e compositor Negro Leo mostram diferentes facetas de seus trabalhos. Cabral busca os limites entre seus dois discos solo, Motor e Naunyn, Held coloca seu primeiro disco solo Corpo Nós em movimento pela primeira vez em São Paulo, Beraldo burila o sucessor de seu festejado Cavala enquanto Leo passeia por seus diferentes discos solo. Os shows ainda terão participações de alguns dos principais músicos em atividade atualmente, como Sérgio Machado, Chicão Montorfano, Dustan Gallas, Gabriel Balleste, Pedro Dantas e Iara Rennó, que participarão em diferentes momentos destas quatro apresentações, que serão costuradas pela discotecagem da socióloga e jornalista Pérola Mathias, do site Poro Aberto.

Maria Beraldo (SP)
Compositora, produtora, cantora, clarinetista e guitarrista, se mudou para São Paulo em 2013, quando começou a trabalhar com Arrigo Barnabé, e nessa cidade nasceram seus principais projetos: a Quartabê; e seu trabalho solo, que surgiu com o lançamento do seu álbum CAVALA em 2018. Beraldo tem trabalhado com direção musical para teatro, com alguns dos projetos mais recentes de Felipe Hirsch, e com trilhas para cinema em filmes de Julia Murat, Bruno Carboni, Jasmin Tenucci, além de seguir suas investigações musicais em seus projetos solo e coletivos. Se prepara para lançar seu segundo disco. 

Negro Leo (MA/RJ/SP)
Com 12 discos lançados desde 2012, Negro Leo tem tocado em palcos prestigiados no mundo, como Cafe Oto (Londres), Counterflows Festival (Glasgow), Virada Cultural Paulista (SP), Aniversário da Cidade de São Paulo (SP), Festival Novas Frequências (RJ), entre outros. Seu disco Action Lekking (2017) o levou a Holanda pro festival Le Guess Who?. Esteve na China (Pequim e Xangai) para uma residência artística, integrando o projeto China Tropical, ao lado de Ava Rocha, em 2019. Em 2020, lançou Desejo de Lacrar e em 2021 integrou o conjunto do baterista norueguês Paal Nilssen-Love em tour pela Europa.

Guilherme Held (SP)
Guitarrista, compositor, produtor musical e diretor artístico, gravou discos com Jards Macalé, Milton Nascimento, Criolo, Lanny Gordin, Rômulo Fróes, Mariana Aydar, Rodrigo Campos, Kiko Dinucci, Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik, Rubel e Anavitória, entre outros. Participou do projeto Natura Musical Homenagem ao Centenário do Garoto (2016), ao lado de Yamandu Costa, Guinga, Benjamin Taubkin, e outros. Em 2020, lançou o álbum Corpo Nós, seu primeiro trabalho solo. Em 2021 produziu, dirigiu e realizou o projeto Jards 6 Rotações contemplado pelo ProAC LAB 2020.Marcelo Cabral (AL/SP)
Músico, produtor e diretor musical, arranjador, compositor e multi instrumentista, Cabral acompanha, trabalha e cria ao lado dos artistas Rodrigo Campos, Romulo Fróes, Kiko Dinucci, Thiago França, Criolo, Juçara Marçal, Maria Beraldo, Mariá Portugal, Daniel Ganjaman, Elza Soares e das bandas Passo Torto e Metá Metá, além de ter gravado e acompanhado os mestres Tony Allen e Mulatu Astatke.

Trabalho Sujo é um projeto mantido pelo jornalista e curador musical brasiliense Alexandre Matias desde 1995. Além de blog/site, Trabalho Sujo é um canal no YouTube desde 2020 e festa desde 2011, com o surgimento das Noites Trabalho Sujo, que acontece em diferentes casas de São Paulo, como Alberta #3. Trackers, Casa do Mancha e outras. Matias também mantém curadoria musical no Centro da Terra.

Trabalho Sujo | Maria Beraldo, Negro Leo, Guilherme Held e Marcelo Cabral
Discotecagem: Pérola Mathias

SERVIÇO

Data: 03.07.2022, domingo
Classificação: Livre. Menores de 12 anos apenas acompanhados de pais ou responsável.

Abertura da Casa: 16h20
Horário:
16h20 – DJ Pérola Mathias
17h –  Marcelo Cabral
18h – Guilherme Held
19h – Maria Beraldo
20h – Negro Leo
21h – DJ Pérola Mathias

Casa Natura Musical Rua Artur de Azevedo 2134 – Pinheiros, São Paulo

INGRESSOS – Valores

Pista em pé – Lote 1: R$ 50,00/R$ 30,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 2: R$ 60,00/R$ 35,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 3: R$ 70,00/R$ 40,00 (meia-entrada)
Pista em pé – Lote 4: R$ 80,00/R$ 45,00 (meia-entrada)

ATENÇÃO: SUJEITO À VIRADA DE LOTE SEM AVISO PRÉVIO

Confira aqui as regras da meia entrada: bileto.sympla.com.br/meia-entrada

BILHETERIA OFICIAL – SEM COBRANÇA DE TAXA DE CONVENIÊNCIA

Dias de show:

Quarta 12h até início do show
Quinta, sexta e sábado 16h até início do show
Domingo 14h até início do show

Dias sem show:

Quarta a sexta 12h até 18h
Sábado e domingo fechado


FORMAS DE PAGAMENTO
Na bilheteria da Casa:

  • Dinheiro
  • Cartões débito e crédito à vista – não aceitamos parcelamento.  (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Por enquanto não aceitamos Vale Cultura.

Pelo site da Sympla:

  • Boleto
  • Cartão de crédito (Mastercard, Visa, Elo, American Express, Diners Club e Hipercard)
  • Apple Pay
  • Pix
  • Para mais informações acesse o site da Sympla.
Estacionamento Conveniado: Car Park – Rua Cunha Gago, 83 – Pinheiros (entrada pela Artur de Azevedo, ao lado da Casa); Valor: R$ 30,00.

Orientações contra a COVID-19

Para que o nosso retorno aconteça da maneira mais segura possível, vamos precisar da colaboração de cada um de vocês. Somente com muito cuidado e responsabilidade coletiva, poderemos continuar nos encontrando na música.

Seguindo as recomendações das autoridades de saúde, montamos um guia com as principais recomendações sanitárias para os shows:

1º) Comprovante de vacinação atualizado com no mínimo duas doses
Apresentação obrigatória. Pode ser físico ou virtual. O importante é que esteja em dia. Se atente à data da sua 3ª dose no site https://www.vacinaja.sp.gov.br/ ou no canal de comunicação da prefeitura da sua cidade.

2º) Uso de máscara
Por sermos um lugar majoritariamente fechado, recomendamos o uso de uma máscara segura durante a permanência na Casa.

3º) Circulação reduzida nos bastidores
A gente ama encontrar nossos artistas favorites no camarim depois do show, né? Mas entendemos que agora não é o momento. Somente as equipes autorizadas poderão circular nos bastidores da Casa.

IMPORTANTE: Se você tiver ingresso e apresentar sintomas de COVID-19, ainda que leves, ou tiver tido contato recente com alguém que testou positivo próximo à data do show, orientamos a não comparecer e a contatar o nosso atendimento pelo email contato@casanaturamusical.com.br para mais informações.

Cuidem-se e nos encontramos na música!

aconteceu no evento

resumo

galeria de fotos

próximos eventos

19.04
21.04
26.04
27.04
Assine a nossa newsletter