fbpx

O Pernambuco maravilhoso de Lia de Itamaracá em Ciranda Sem Fim

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

No Capa do Disco de hoje, a gente conversou com o Ceslo Hartkopf, artista responsável pela capa de Ciranda Sem Fim, da Lia de Itamaracá.⠀

Patrimônio imaterial de Pernambuco, Lia de Itamaracá, a cirandeira de maior renome no Brasil, lançou, em 2019, o quarto disco da sua carreira Ciranda Sem Fim, com apoio do edital Natura Musical. ⠀

Com produção de Dj Dolores, o disco transita entre a ciranda, maracatu e o brega, trazendo composições de Alessandra Leão, Chico César, Ava Rocha, entre outros nomes de várias gerações da música brasileira. ⠀

Nas letras, Lia canta sobre o mar, a praia, a lua, São Jorge, e a infância em Itamaracá — elementos que Celso buscou reproduzir na capa, tanto por meio de ilustrações do sol, do mar, do coqueiro e da lança de São Jorge, quanto por meio de elementos gráficos abstratos que remetessem a esses signos presentes nas canções. ⠀

Ao centro, a foto de Lia, de autoria de José de Holanda, foi colorizada artificialmente, ganhando um aspecto entre a fotografia e a ilustração. ⠀

“A Lia é uma entidade. Desde que me entendo por gente, ela faz parte da canção popular em Pernambuco. Eu não a conhecia pessoalmente, mas ela é uma daquelas figuras que você sente que conhece desde pequeno”. (Celso Hartkopf)

Leia mais sobre outras capas de disco da música brasileira aqui.⠀

+ comunicado importante

A hora do reencontro tá chegando! 🧡 Para que o nosso retorno aconteça da maneira mais segura possível, vamos precisar da colaboração de cada um de vocês. Somente com muito cuidado e responsabilidade coletiva, poderemos voltar a nos encontrar na música.

Venha pra Casa com seu comprovante de vacina atualizado e de máscara PFF2, N95 ou cirúrgica. Se estiver com sintomas, ainda que leves, perto da data do show, deixe pra vir nos visitar outro dia.

Seguindo as recomendações das autoridades de saúde, montamos um guia com os principais protocolos que usaremos para receber vocês nos shows na Casa a partir de 2 de fevereiro.

👉 PROTOCOLOS

1º) Comprovante de vacinação atualizado com no mínimo duas doses


Pode ser físico ou virtual. O importante é que esteja em dia. Se atente à data da sua 3ª dose no site www.vacinaja.sp.gov.br ou no canal de comunicação da prefeitura da sua cidade.

2º) Uso de máscara durante a permanência na Casa

Obrigatório. E a entrada só será permitida com máscaras N-95/PFF2 sem filtro ou máscaras cirúrgicas. Máscaras de pano, de plástico, bandanas e outros adereços semelhantes não serão aceitos.

*Importante: Por sermos um local majoritariamente fechado, a retirada da máscara só será permitida para o consumo pontual de bebidas. Não haverá comidinhas na Casa.

3º) Lotação reduzida

Estamos disponibilizando menos ingressos à venda, para aumentar o distanciamento social e garantir uma noite mais segura.

4°) Artistas e equipes previamente testades

E toda a equipe trabalhará com máscaras N-95/PFF2, com exceção des artistas que estarão se apresentando.

5°) Circulação reduzida nos bastidores

Somente as equipes autorizadas poderão circular nos bastidores da Casa.

Não se preocupe: Haverá pessoas instruindo e fiscalizando os protocolos durante a sua permanência na Casa.

Importante: Se você tiver ingresso e apresentar sintomas de COVID-19, ainda que leves, ou tiver tido contato recente com alguém que testou positivo próximo à data do show, orientamos a não comparecer e a contatar o nosso atendimento via e-mail para mais informações.

Cuidem-se!